Diário Urbano: A Vida na Cidade

Pedestres e Calçadas

É inacreditável a falta de respeito com os pedestres.

Como se já não bastasse ter um espaço minúsculo para caminhar, enquanto os carros ocupam a maior parte da rua, ainda temos que escapar de uma trombada com ciclistas, lixeiras, orelhões, caixas de correio, postes de iluminação e placas de trânsito. Em dia de chuva, então, nem se fala!

Mais nada disso se compara ao absurdo que está acontecendo na rua Carlos Cavalcanti em frente ao Passeio Público, no centro de Curitiba. Sem dúvida, é a superação dos absurdos!

Um estacionamento em construção simplesmente decidiu invadir metade da calçada com tapumes e o pedestre é obrigado a caminhar literalmente na rua em pleno trânsito.

O mais abominável é que o cenário de desrespeito e descaso com os pedestres fica a poucos metros do Núcleo de Proteção ao Cidadão da Polícia Militar no Passeio Público.

Dá para acreditar? Pelo jeito pedestre não é cidadão!

  • Luiz, já viu que quando você pisa nas pedras soltas a água chega até no joelho?

    Mas quem manda ser pedestre? Gente chique não suja a sola do sapato, quem dirá molhar a barra da calça!

  • isso que vc pegou só nessa rua,, tem coisa bem pior,
    fica claro o descaso e o desrrespeito com pedrestes, ciclistas,, tudo,,
    :(((

  • É lamentável…

  • É bem isso… Que ódio!!!

  • Sem falar naquelas pedras soltas que quando vc pisa voa barro bem na barra da sua calça limpinha! Ódio!!

  • O cidadão e o pedestre são pessoas distintas!

Você pode seguir qualquer um dos comentários através do RSS 2.0 feed.

Trackbacks / Pingbacks